Planeta Cativante

Viajando de ônibus – 13 dicas valiosas para ter uma viagem mais tranquila.

Viajar é muito bom! Mas, às vezes, nem tanto. Pergunte a qualquer pessoa que viaja constantemente de ônibus e ela, com certeza, vai lhe dizer isso com todas as letras. Se você é daqueles que sempre cruza o Brasil pelas estradas nessas verdadeiras naves sobre rodas, aproveite essas 13 dicas valiosas para ter uma viagem mais tranquila.

Sua e, principalmente, dos outros:

 

01 – Ocupe exclusivamente o espaço da sua poltrona.

Todo mundo sabe que poltrona de ônibus não é a coisa mais confortável do mundo. Agora, se encarar 6 horas de viagem já é ruim, imagina com o cotovelo do vizinho encostando em você toda hora? Portando, espremido ou não, certifique-se de que você não está invadindo o espaço da pessoa ao lado, afinal, ele também pagou a passagem e, como você,  merece viajar com todo o conforto possível.

 

02 – Não coma dentro do ônibus. JAMAIS!

Ok, você está com fome e adora aquele espetinho de frango ou aquele pastel de camarão gordurento do posto. Ninguém tem nada com isso, certo? Muito menos quem está dentro do ônibus. Acredite: não tem nada mais desagradável do que gente comendo e deixando aquele cheiro de marmita para trás, portanto, salvo um chocolate ou salgados de saquinho NÃO COMA DENTRO DO ÔNIBUS. Tome muito cuidado também para não derrubar bebidas no passageiro ao lado, e não se esqueça de retirar seu lixo quando descer.

 

03 – Se for ao banheiro, certifique-se de que fechou bem a porta ao sair.

Se você precisar usar o banheiro durante a viagem feche muito bem a porta quando sair. É muito chato MESMO quando a porta do banheiro acaba abrindo e outro passageiro precisa se levantar para fechar.

 

04 – Não fique com as luzes acessas após as 10 da noite.

Eu adoro ler na estrada! Ouvindo um John Denver, lendo Jack Kerouac, viajando na maionese… Só que as pessoas que estão do seu lado podem estar cansadas e querendo dormir e, acredite, muita gente se incomoda com aquela luzinha na cara. Então, não seja desagradável e não fique com a luz acesa por mais de uma hora seguida, mantendo como horário limite umas 9:30h, 10:00h. E, mesmo assim, pergunte antes se a pessoa so lado não se incomoda com um pouco de luz. Se você sentir que ela disse um “não me incomoda” assim, meio forçado, desista da sua leitura e vá meditar.

 

05 – Só atenda o celular se for realmente importante.

O celular é uma das coisas mais úteis que existe. E, infelizmente, uma das mais cafonas que já inventaram. Assim, sem sombra de dúvidas, eu te garanto que ninguém, veja bem, NINGUÉM mesmo (nem a outra pessoa que está do outro lado da linha) está interessado na sua vida, no que você andou comprando, com quem você brigou, onde você comeu, o que você está vestindo, se o seu chefe é chato ou se a “facul” está muito puxada, blá blá blá blá blá blá blá! Deixar o toque do celular alto e ficar falando sem parar é uma tremenda falta de noção! Atenda o celular somente se for realmente importante, fale baixo e o mínimo necessário. Para compartilhar suas mazelas, continue utilizando o Facebook, assim você tem uma viagem mais agradável e as pessoas dentro do ônibus idem.

 

06 – Não ocupe uma poltrona que não é sua por nenhum motivo.

Se você está viajando sozinho ou acompanhado, você provavelmente é maior de idade, não é mesmo? Então, não tem desculpa: se não tinha mais passagem no lugar que você tanto queria, vá em outro horário ou então fique em casa. É inaceitável tomar o lugar comprado por outra pessoa e, ainda por cima, é contra a lei! Se você resolveu arriscar para tentar viajar ao lado de alguém, sem problemas. Ninguém disse que é proibido propor uma troca de lugar. Espere o dono da poltrona chegar e peça educadamente uma única vez. Se ele não quiser, não insista, agradeça e se contente com o seu próprio lugar.

 

07 – As primeiras poltronas são reservadas. Isso é lei!

Assim como é inaceitável sentar no lugar dos outros, é quase tão ruim quanto uma pessoa adulta comprar uma passagem nas poltronas reservadas e depois ficar querendo brigar, dizendo que não sabia etc, etc. Você vai ter que se retirar e pronto! Não tem conversa. Para quem não sabe, as poltronas reservadas são as duas primeiras de cada lado, assinaladas em amarelo, sendo assim, quando for comprar sua passagem, esteja ciente que uma pessoa acompanhado de uma criança, idosa ou com problemas de mobilidade tem preferência e você vai acabar sentando em outro lugar.

 

08 – Seus filhos são SEUS filhos.

O mundo inteiro a sua volta vive dizendo que seus filhos são lindos, que crianças são uma benção divina… entre outras coisas. E são mesmo! Eu adoro crianças, mas, dentro de um ônibus e numa viagem de 4, 5 horas (principalmente se for noturna) ninguém é obrigado a aguentar os seus rebentos fazendo algazarra, pulando no banco ou chamando por você sem parar. Se precisar viajar com seus filhos, converse com eles antes e deixe bem claro a situação, afinal, todo mundo tem direito ao silêncio, incluindo você.

 

09 – Não leve seu travesseiro, seu cobertor e suas pantufas para dentro do ônibus.

Lembre-se: a poltrona do ônibus não é a sua cama. Se você está saindo de viagem, vai atravessar a madrugada na estrada, está frio e o ar condicionado é glacial, o azar é todo seu! Montar uma réplica do seu quarto na sua poltrona é uma das coisas mais sem noção que existe e incomoda muito a pessoa do seu lado, ainda mais se você estiver no corredor e ela precisar se levantar. Vá bem agasalhado, leve uma manta pequena e limpa e, se quiser apoiar a cabeça, utilize aquelas almofadas que se encaixam no pescoço e são próprias para isso.

 

10 – Não fique puxando conversa com quem senta do seu lado.

As pessoas adoram saber da vida dos outros. Principalmente se forem do interior (e nem precisa começar a xingar, eu sou da roça e sei do que estou falando). Agora, pasme: tem gente que não gosta de conversar com estranhos. E isso, ao contrário do que você possa pensar, não é falta de educação. Isso se chama Semancol. E se você não tem, é melhor tomar uma boa dose antes de embarcar dentro de um ônibus cheio de gente que você nunca viu na vida. Não é por isso também que você vai precisar ser uma múmia de indiferença daqui pra frente. Dar bom dia ou boa noite, pedir licença antes de se sentar — ou acender a luz — não faz mal a ninguém. Se você achar que existe clima para puxar uma conversa, tudo bem, mas caso notar que a pessoa não está muito afim, não insista e fique na sua. Na pior das hipóteses, tem um monte de gente louca para saber da sua vida no Facebook.

 

11 – Observe a etiqueta na hora de assistir filmes no seu tablet.

Se aquela viagem está chata e você tem um filminho ou uma série bacana no seu celular ou tablet, agora é hora de assistir. Porém, observe muito bem quem está ao seu lado, afinal, eu realmente não acredito que aquela avozinha de cabelo branco está muito interessada em assistir Ninfomaníaca ou conferir as cenas mais picantes de Guerra dos Tronos. O mesmo vale para filmes de terror ou com cenas fortes de violência. Lembre-se também de seguir a regra da claridade. Diminua o brilho ou o contraste da tela do seu note ou tablet. Ainda assim, se você achar que está incomodando, espere a pessoa dormir e use sempre fones de ouvido.

 

12 – Se estiver doente e tossindo, utilize uma máscara.

Eu quase deixei de fora esse item com medo de ofender alguém, mas enfim, é uma coisa que acontece e, querendo ou não, ninguém quer viajar ao lado de uma pessoa tossindo sem parar e cuspindo (mesmo que sem querer) para todo lado. Se você está doente ou tossindo por qualquer motivo, compre uma daquelas mascaras descartáveis (caso não encontre na farmácia, procure em uma loja de tintas. Custa no máximo uns R$3,00), leve com você e, se começar a tossir, diga para a pessoa ao lado que não é nada contagioso, e que você só vai colocar a máscara por uma questão de higiene. Aposto com você que, na próxima viagem, se ela estiver doente, vai fazer a mesma coisa.

 

13– Registre sua reclamação, mas não discuta com ninguém.

Muitas empresas de ônibus tem concessões exclusivas sobre trajetos, ou seja, sem concorrência, elas também não estão muito preocupadas com a satisfação do cliente. Nem por isso você deve deixar de colocar a boca no mundo. Caso esteja sendo incomodado durante uma viagem, comunique sua insatisfação ao motorista já na primeira parada. Só uma palavra dele a todos os passageiros antes do ônibus partir, muitas vezes, resolve o problema. Caso o motorista se omitir, diga que você vai pedir o reembolso da passagem assim que chegar ao destino. Anote o número do ônibus, horário e trajeto e utilize seu tablet ou smartphone para fazer sua reclamação na hora. Existem vários serviços online, como o Reclame Aqui, por exemplo. Depois disso, o jeito é seguir viagem ouvindo uma música para relaxar e exercitar sua paciência.

 

E o melhor de tudo: curtir muito sua viagem, porque não existe nada (ou quase nada) melhor no mundo do que viajar.

[Viajando de ônibus – 13 dicas valiosas para ter uma viagem mais tranquila é um artigo original do Planeta Cativante]

Luciano André

Luciano trabalha como Redator, mora em São Paulo e viaja bastante de ônibus. Esporadicamente, publica alguns contos e crônicas no blog http://ocontrafato.wordpress.com

DreamHost

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.