Planeta Cativante

Conheça Malta. Pedacinhos de terra perdidos no azul do mar

A Ilha de Malta

Quando conheci pessoalmente essas pequenas ilhas no mar mediterrâneo fiquei sem palavras. Recordo-me ainda que tive a sensação de estar em um filme medieval, suas paredes de pedras e fortalezas me transportaram para um misterioso universo onírico. Sabia pouco, ou quase nada, sobre esse país exótico no qual estava pisando. Desci no porto em Valeta, sua capital.

52617_157525584267083_5051378_o
Porto de Malta

Malta foi se revelando suavemente aos meus olhos. Percebi que não era uma cidade agitada, apesar de receber muitos turistas. O idioma nativo é o Maltês, mas é possível conversar com todos, inclusive com as crianças, em inglês.

A capital é pequena e a maior parte das atrações estão concentradas no seu coração, a larga rua da República (Triq Ir-Repubblika, em maltês), ladeada por palacetes, museus, igrejas, sendo dominada essencialmente pela co-catedral de S. João, um dos maiores tesouros do país!

Para conhecê-la melhor, a opção é caminhar pela cidade.

62176_435513296726_4755266_n
A frota de ônibus é antiga, porém muito charmosa.

 

1 a co catedral
co-catedral de S. João

Este é um ótimo lugar para você que está procurando sair dos roteiros tradicionais no mediterrâneo.

68015_441123031726_4917333_n

33901_435012466726_559921726_5709291_2318907_n

Em Malta, fica localizado o aeroporto internacional. Não existem voos nacionais, por essa razão o transporte entre as ilhas é feito de barco.

 

Mdina – Cidade do silêncio.

Localizada em Malta, Mdina é uma cidade bastante antiga, datando de 4.000 anos. Foi construído pelos fenícios e conquistada pelos normandos, mais tarde executados pelos Cavaleiros de Malta. E muitos acreditam que São Paulo Apóstolo viveu aqui.
Mdina já foi a capital de Malta, ela fica no topo de uma colina, e é toda murada, tendo como sua única entrada um portão.

PQAAAIATabDkNQM7ksoK8jgl906zU1t5gkKd-pmQ9NErZgyGds83lJqAfu5lxx3fVIIUiMu0_M3M460id5Q3gAVq-rcAm1T1UEmnLXNP4hVDQVCV_VwnwNmD7a2P
Em cima do muro da Mdina

Quando deixou de ser a capital ficou conhecido como o “Silent City”, pois tornou-se quase uma cidade fantasma. Mdina leva o seu estado de silêncio a sério até hoje. Poucos carros são autorizados a entrar nos muros da cidade, e as empresas têm normas rígidas de ruído. Você ainda vê sinais pedindo silêncio por toda a cidade.

66372_441138896726_6492211_n
PQAAAHFHar_3BVVUnODwAiz_E_LI6GX-VgkNvf95gN1BlVd5BkBwZjZWEPmVtjOVDbLuiwHc2KOi-2cWZDF_UTmyR_UAm1T1UAXmN9A-wcsLPpSMj1ieGMV0MHEA

 

A ilha de Comino

Comino é um ilha muito pequena, tendo apenas  2 km² de extensão e 4 habitantes. O ponto alto da ilha é a Lagoa Azul, um lugar paradisíaco que atrai muitos visitantes. A Lagoa Azul é conhecida por suas águas transparentes de cor azul e vida marinha que a faz popular entre mergulhadores e nadadores do mundo inteiro. É possível ficar em um hotel situado em Comino, e é nesse hotel que encontra-se o único restaurante da ilha.

1 a ilhas

1 a praia lagoa azul

Na alta temporada de verão, pode ser mais relaxante ficar longe das praias populares – há poucas faixas de areia, e elas se tornam lotadas (a maior parte da costa é constituída por falésias).

Cominotower

St. Mary’s Tower (Torre de Santa Maria), construída em 1618, ainda está de pé. Algumas torres foram construídas ao longo da costa, com um intervalo de um quilômetro entre elas, para servirem como um sistema de alerta em caso de invasão. Hoje, A Torre de Santa Maria serve como destino para turistas andando ao redor de Comino. 

Na torre, além de uma vista incrível de todo o arquipélago, existem também uns folhetos informativos sobre a biodiversidade marinha, fauna e flora, essas bastante variadas apesar da extrema aridez do local.

 

 A ilha de Gozo

Para chegar em Gozo deve-se pegar um ônibus até o terminal marítmo de Cirkewwa, última parada de ônibus no norte da ilha de Malta, e depois pegar uma balsa. O passeio tranquilo no macio azul do mar dura cerca de 25 minutos.

1 a barco gozo

Bem na parte oeste da ilha de Gozo está localizada a minúscula cidade de Dwejra, que tem como principal atração a Azure Window.

Essa formação rochosa natural recebeu esse nome por que era semelhante a uma janela quando foi descoberta, porém, atualmente, apresenta maior semelhança com uma porta. Estima-se que em 100 anos sua parte superior desaparecerá totalmente. Mas enquanto isso, vale a pena admirar esse lugar fantástico!

41062Gozo-Island_9H3KX_DX-News

É possível fazer um passeio turístico no ônibus de dois andares chamado City SeightSeeing Gozo, é uma ótima opção para quem tem pouco tempo e quer conhecer o máximo possível. Custa por volta de dez euros e é como um bilhete único, você pode descer nos pontos turísticos que quiser e esperar até o ônibus passar ali outra vez, seu bilhete vale pelo dia todo.

PQAAABtXzF_DZi3Hx5baH-LO9ssLXXD_T7WK1urIiPk9_jgAe5426cekQT_GPgv1ySe5_1oMM0LECkHtZp58XBrnLycAm1T1UAetBun0X_-zNRZRoDEhdzrAAbGw
No City Tour

Victoria, chamada antigamente de Rabat, é a capital de Gozo. Victoria, assim como quase todas as cidades desse país incrível, possuí fortes ( devido a localização geográfica) e catedrais (por ser um país cristão desde o ano 60 depois de Cristo) que merecem uma visita.

1 a cidade gozo

Hoje, escrevendo este post, fiz uma viagem no tempo. Malta é realmente um lugar que vale a pena conhecer, fiquei até com vontade de morar lá.

Gaby Lopes

Gaby Lopes

Sou poeta, professora de português e devoradora de livros. comecei a escrever para olhar para dentro, me conhecer... Agora quero conhecer o mundo, contar histórias e viajar...

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.