Planeta Cativante

Florianópolis para você! Parte 1

Florianópolis é a capital de Santa Catarina, mas em nada se parece com as capitais dos estados vizinhos. A cidade é cheia de nuances e recortes, indo de um bairro ao outro é possível avistar um pasto, uma área florestal, uma lagoa, praias exuberantes ou mesmo uma via expressa. É um sobe e desce morro, afinal trata-se de uma ilha vulcânica, a cada vez que você sobe o horizonte se apresenta azul, pois estamos cercados pelas águas, de um lado praias incríveis do outro uma baia tranquila que separa a ilha do continente. Não são poucas as atrações desse lugar.

Em Floripa tem praias com ondas fortes para os surfistas, praias mais calmas para curtir com a família, praias mais secretas com acesso apenas por trilhas, que encantam os mais aventureiros, e  praia de naturalismo. Opções é o que não faltam. Por ser uma ilha a ondulação varia em todas as direções, assim também é o vento.

Fizemos uma lista para ajudar os visitantes de primeira viajem:

Floripa para surfistas

Floripa é famosa pelas praias, pelas ondas e pelas belezinhas que desfilam seus corpos sarados por aqui. O surf é o esporte da ilha, temos muitas opções de ondas, independente do vento e da ondulação. Por isso, a ASP que promove o World Championship Tour, mais importante campeonato de surf, costuma agendar etapas na região. 

No inverno as praias continuam recebendo surfistas, pois é nessa estação que as ondas ficam maiores. Afinal, o surf não é apenas um esporte, é um estilo de vida, uma forma de estar em contato com a natureza. Os amantes das ondas não se assustam com o frio, costumam pular da cama bem cedinho para conferir o boletim das ondas no “de olho no mar“.

Leste da ilha, próximo a Lagoa da Conceição.

Praia Mole e Galheta
Praia Mole e Galheta

Joaquina: é um point, reduto de surfistas e também de praticantes de sandboard, o surf nas areias. O local conta com uma  boa infraestrutura de hotéis, restaurantes, bares e pousadas., para os que preferem apenas atravessar a rua e encontrar o mar.

Mole: Uma praia de tombo, com areia fofa, ondas fortes e longas. Além do surf é possível voar de parapente de um mirante natural e aproveitar a vista, pousando na praia.

Galheta: Acesso apenas por trilhas, fica ao lado da praia mole. Uma praia preservada e de naturalismo. É um ótimo lugar para iniciantes, com boas ondas e baixo grau de dificuldade para atravessar a arrebentação.

Norte da ilha, próximo de Jurerê.

Praia Brava - Florianópolis / Brava Beach - Florianopolis
Praia Brava

Santinho: Mesmo sendo uma praia do norte, ela fica voltada para o oceano à leste, o que possibilita entrada de ondulações. Essa praia ficou conhecida por ter um sofisticado complexo hoteleiro. Para os mochileiros a melhor opção é os campings. É considerada pelos surfistas a melhor praia do norte.

Brava: É cercada de costões pelas laterais, possui águas claras, ondas fortes e bravas, daí o seu nome. No inverno sofre ação de ondulações oceânicas o que faz essa época do ano ser a preferida pelos surfistas.

Moçambique: É a praia de maior extensão da ilha, porém inexplorada. Fica no meio de uma reserva ambiental, então caso resolvam surfar por lá, leve tudo o que for precisar. O costão esquerdo é o mais indicado à prática do esporte.

Sul da ilha, próximo ao aeroporto.

2.10 Morro das Pedras_11
Morro dos Pedras

Campeche: É com os pés na areia que podemos ver a famosa ilha do Campeche, é uma praia de grande extensão que proporciona quebra perfeita e ondas fortes o ano inteiro. Seu point mais bem frequentado é chamado de Riozinho, onde acontecem eventos e shows ao ar livre.

Matadeiro: Não é possível chegar de carro ou ônibus, deve-se ir até a praia da Armação e depois seguir a pé por uma trilha para encontrá-la. O mar tem intenso repuxo o que exige atenção dos banhistas. Do lado direito, encontra-se uma trilha para a famosa e selvagem praia da Lagoinha do Leste.

Morro das Pedras: Como todas as praias do sul da ilha, ela ainda é bem preservada e parece uma pequena vila de pescadores. Possui mar agitado e é nas águas frias de inverno que aparecem baleias passeando pela costa.

 

Floripa para mochileiros

viagem_-_alberto_-_flickr

Os mochileiros se espalham pela ilha. Quem prefere ficar em hostel, encontrará na Lagoa da Conceição ótimas opções e também estrutura de transporte público, comércio, restaurantes e baladas. Recomendamos o Submarino Hostel, que fica no canto dos Araças e tem ótima qualificação nos sites de reservas. O maior camping da ilha fica próximo a praia do moçambique, em meio a uma reserva Florestal.

Uma dica pra quem vai andar de transporte público é verificar os horários pela internet nesse link. Apesar de pontual os horários são escassos. Outra dica importante é ficar atento ao sentido em que o ônibus está indo, pois ele não muda de nome quando está voltando para o terminal. Por exemplo, a linha 330 que sai do centro para lagoa, volta para o centro com o nome lagoa, o que faz turistas e gringos se confundirem e pegarem o ônibus no sentido errado.

Aluguel de moto e bike é uma alternativa viável para fugir do trânsito na alta temporada de verão. Por mais estranho que pareça, pedir carona é uma prática comum entre os moradores locais.

Se você quer conhecer mais sobre Floripa, sem sair da cadeira, entre nesse link e veja as câmeras ao vivo que estão espalhadas pela ilha. Para não perder nenhuma novidade do Planeta Cativante, assine a nossa newsletter acima.

Gaby Lopes

Gaby Lopes

Sou poeta, professora de português e devoradora de livros. comecei a escrever para olhar para dentro, me conhecer... Agora quero conhecer o mundo, contar histórias e viajar...

DreamHost

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.