Planeta Cativante

Roteiro de viagem para Havana e dicas para evitar roubadas

Estar em Cuba é como fazer uma viagem no tempo. A arquitetura, os carros antigos, a história e a hospitalidade dos cubanos, fazem de uma viagem para Havana um momento único e encantador.

Passei 10 dias em Havana e vou compartilhar com vocês o meu roteiro de viagem e algumas dicas para evitar roubadas.

A primeira dica, que vai te poupar muito tempo e dinheiro, é escolher bem o local de hospedagem. Se você gosta de andar, pode ficar no centro de Havana e conhecer a maioria dos pontos turísticos a pé mesmo.

Andar pela cidade, mesmo para uma mulher sozinha, é bem tranquilo. Os índices de criminalidade em Cuba são baixos, mas, mesmo assim, convém não vacilar com seus pertences, especialmente se for ficar em um hostel.



Booking.com

 

Museu da Revolução

A primeira parada do meu roteiro de viagem foi o Museu da Revolução. O acervo riquíssimo, composto por documentos, fotos, vestuários e outros objetos, conta a história de Cuba e dos principais personagens da revolução.

 

La Floridita e La Bodeguita Del Medio

 

Para os amantes da literatura (e dos bons drinks), vale uma passada nos dois bares preferidos do escritor americano Ernest Hamigway, que viveu em Havana entre 1939 e 1960. O ritual do escritor incluía um daiquiri no La Floridita e um mojito no La Bodeguita Del Medio. Mas não se empolgue muito com os drinks, pois os preços são bem salgados.

 

Sorveteria Coppelia

Se a ideia é se sentir como um local, você não pode deixar de tomar um sorvete na Coppelia. A sorveteria governamental é bem popular e tem preços inacreditavelmente baratos. O sorvete é bem básico e a fila é gigantesca, mas vale a experiência.

 

Cemitério de Cólon

O passeio pode parecer meio mórbido, mas vale muito a pena! O lugar é enorme e tem esculturas e mausoléus inacreditáveis.

 

Praças e Monumentos

Existem muitas praças em Havana e quase todas possuem algum monumento. A mais famosa delas é a Praça da Revolução, mas ao caminhar pela cidade você vai encontrar pelo menos mais uma meia dúzia.

 

El Malecon

Esse é o nome da avenida que fica à beira mar. Você pode dar uma caminhada e, por fim, sentar para beber uma cerveja gelada e apreciar a vista.

 

Callejon de Hamel

Os curiosos não podem deixar de passar pelo Callejon de Hamel, uma rua inteira dedicada à Santeria, religião de origem africana similar ao Candomblé. O lugar é lindo, colorido, cheio de arte e cultura.

Os cubanos, no geral, possuem muito orgulho de sua história. Aproveite para conversar com eles e aprender um pouco mais sobre a cultura cubana.

Por fim, faça o seu roteiro, mas não esqueça de deixar espaço para os encantos do acaso, afinal, a melhor parte de viajar é se deixar surpreender 😉

Natiele Cunha

Natiele Cunha

DreamHost

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.