Planeta Cativante

Budapeste de graça

Budapeste é considerada a Paris do Leste Europeu. É a sexta maior cidade da União Europeia e recebeu a classificação de cidade global alpha, por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC). A cidade é cortada pelo rio Danúbio e passear por suas ruas é como viajar no tempo, pois você consegue ver diferentes estilos arquitetônicos (como o Gótico, Renascentista, Barroco, Art Nouveau, Otomana e Romântico) a alguns passos de distância. Pensando nesse destino incrível, fizemos uma lista com itens onde você pode curtir Budapeste de graça ou com menos de 1 dolar no bolso.

Gellért

St Gerhard Estátua no Gellért Hill, com vista para o Danúbio.

A poderosa fortaleza no topo de Gellért Hill está fechada ao público, mas o Monumento da liberdade , a senhora encantadora com uma folha de palmeira em seus braços estendidos, proclamando liberdade para toda a cidade, ainda fica de guarda no Gellért Hill, e reserva uma vista do Palácio Real na Colina do Castelo, do Parlamento e do Rio Danúbio.

Ilha Margarida

Margaret ilha no Danúbio em Budapeste.

Este oásis verde no meio do Danúbio possui dois de grandes complexos de piscinas, um spa termal, jardins e passeios sombreados e é muito agradável em uma tarde quente. Os principais pontos turísticos são as ruínas de uma igreja franciscana, um convento dominicano com o túmulo de St. Margaret e a igreja românica do século XII dedicada a São Miguel. Tudo isso aberto ao público gratuitamente.

Nagycsarnok

Budapest_great_market_hall

O “Mercadão de Budapeste” (Great Market) é o maior mercado de alimentos de Budapeste. Embora atraia muito mais turistas depois da sua renovação, muitos moradores ainda vêem aqui para comprar frutas, legumes, itens de delicatessen, peixes e carnes. Boas lojas (e muito mais baratas) vendem potes de foie gras, cogumelos secos, guirlandas de paprika seca e latas de colorau. Trajes folclóricos, bonecas, ovos pintados e toalhas de mesa bordadas.

Parque da Cidade

Budapeste 347

O pulmão de Pest, o Parque da Cidade é um espaço aberto de quase 1 quilômetro quadrado. A maioria de suas atrações, inclui os museus, galerias, o Capital Circus de Budapeste, o Zoológico de Budapeste e os Banhos termais de Széchenyi, ele cobra uma pequena taxa de entrada, mas você pode passear pelos caminhos obscuros do parque, monumentos importantes do passado, como os encapuzados, o cronista da corte do século 12 que escreveu a história do início dos magiares e que ninguém sabe seu nome.

A entrada não oficial do parque é a Praça dos Heróis, a maior da cidade. Lá tem o Millenary Monument (1896), marcando o aniversário de 1.000 anos (isso mesmo, mil anos) da conquista dos Magyares na Bacia dos Cárpatos.

Basílica de St Stephen

1280px-Cupola_of_the_St._Stephen's_Basilica_in_Budapest

A Basílica de St Stephen é a igreja católica mais importante da Hungria. Você tem que pagar uma pequena entrada pra visitar o tesouro com objetos eclesiásticos, no 2º andar depois de dois elevadores e uma escada de 40 degraus você chega na cúpula de 96m de altura, que oferece uma das melhores vistas da cidade.

Colina do Castelo

Fishermans-Bastion-Castle-Hill-Budapest_cs

Você não pode dizer que esteve em Budapeste se não for até Castle Hill. Ao invés de ir para a Biblioteca Nacional Széchenyi, pagar a taxa de entrada, vá pelo Royal Passos (Király lépcső) pela praça de Clark Ádám até a escadaria que te leva ao sul do Palácio Real. Se quiser visitar os museus do Palácio Real, vai precisar pagar entrada, mas você pode ficar passeando pelos seus jardins que são de graça, apreciando os monumentos maravilhosos e as incríveis vistas.

Colina de Buda

28

As Colinas de Buda são uma pausa bem-vinda ao calor infernal do verão. Não há muita coisa interesse aqui (excluindo o Béla Bartók Memorial House ), mas por estar 500 metro acima da cidade, você pode curtir o frescor e fazer um trilha pela mata.

Túmulo de Gül Baba

p323-8

Esse é o lugar mais setentrional de peregrinação dos muçulmanos (especialmente os da Turquia), este túmulo e mesquita é livre para visitantes de todas as fés. A tumba contém os restos mortais de Gül Baba, um dervixe Otomano que participou da captura de Buda em 1541. Seu nome significa “Pai de Rosas” em turco. Lembre-se de tirar os sapatos antes de entrar.

Budapeste Romana

Aquincum-1

Os romanos se estabeleceram na província de Pannonia no início do primeiro século. A sua presença está espalhada por toda a cidade e incluem restos da fortaleza contra Aquincum, com um anfiteatro romano militar e um anfiteatro menor para os civis em Óbuda. É a cidade romana civil mais completa na Hungria, contém um museu de classe mundial e um parque arqueológico ao ar livre. Para entra é preciso pagar uma taxa, porém da pra apreciar da rua os espaços para banhos públicos, mercado, uma igreja cristã primitiva e um templo dedicado ao deus Mitra.

 

Se você já foi para Budapeste e quer contribuir com esse post, deixe o seu comentário.

Esse artigo foi baseado de um artigo em inglês.

Kadu Szili

Kadu Szili

Publicitário, escritor, compositor e viajante. Ama design, cinema, fotografia e tecnologia. Sonha em dar a volta ao mundo de balão. Mas se não for de balão, pode ser de veleiro, de bicicleta ou a pé. O importante é estar em constante movimento. "Uma mente que viaja, jamais volta ao seu estado original".

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.