Planeta Cativante

Os 8 piores conselhos de viagem + 3 bônus

“Não gaste seu dinheiro com água mineral! Acabei de tomar água da torneira e me sinto ótimo”, me aconselhou um companheiro de quarto do hostel onde eu estava hospedado. Engraçado. Ele sumiu por 3 dias.

“Eu nunca reservei um quarto antes de chegar no destino. É melhor visitar todos os hostels primeiro, depois decidir qual ficar”, um viajante de confiança me aconselhou isso e ainda me perguntou: “pra que perde seu tempo procurando um quarto online?” Essa pessoa vai perder quatro horas andando pelas ruas em busca da última cama disponível, ​​carregando todos os seus bens e gastando dinheiro com transporte público ou taxi, enquanto a reserva online dura 10 minutos e quando eu chegar lá, faço o check-in, vou a um museu, almoço e talvez até tiro um cochilo, enquanto o conselheiro inteligente corre a cidade atrás de uma cama.

“Os franceses são muito antipáticos e todos os britânicos são educados”, diz sua tia, que nunca esteve na Europa.

Os conselhos acima soam familiares? Pelo menos pra maioria das pessoas sim. Um mal conselho pode se transformar em uma experiência muito dolorosa. E até você perceber que foi mal aconselhado você pode ter 3 dias de piriri, dormindo na rodoviária e com um preconceito na cabeça. 

Aprenda com os erros dos outros, confira abaixo a nossa seleção de conselhos ruins de viagem.

1. As mulheres nunca devem viajar sozinhas

Essa eu já ouvi bastante, e sempre escuto alguém questionar uma viajante solo. A resposta é obvia, depende do lugar. Lugares como a Índia e alguns países do Oriente Médio pode ser um problema para as viajantes solo. Os conselhos sem fundamentos de que as mulheres não devem viajar sozinhas em lugares como Tailândia ou Inglaterra, fazem o sangue de qualquer viajantes experientes ferver de raiva. Coisas ruins podem acontecer em qualquer país, para mulheres ou homens, e o melhor conselho é não correr riscos que você evitaria em seu país de origem.

2. Não comer a comida de rua

Vendedor ambulante de alimentos em Mianmar
Vendedor ambulante de alimentos em Mianmar

Este é, sem exagero, o pior conselho ruim de viagem da história. Sim, em alguns países certas precauções devem ser tomadas quando se compra comida de rua; mas comida de rua é sem dúvida nenhuma, o jeito mais fácil e barato de ter contato com a cultura local. E digo mais. É uma parte fundamental da viagem.

Além disso, os viajantes mais experientes tem muitas histórias de como ficaram doentes de um restaurante caro e famoso, mesmo sendo em  lugares como o Estados Unidos ou na Itália. Essa é a prova de que você pode ter uma intoxicação alimentar em qualquer lugar do mundo.

3. Cheques de viagem são ótimos para emergências

Se você for em algum banco e ouvir isso do seu gerente, saiba que os cheques de viagem deixou de ser úteis no final dos anos 90. Hoje em dia, os cheques de viagem são inúteis em muitos destinos, porque o número de bancos e empresas que fazem a troca são tão pequenos que é perda de tempo. Em caso de emergências, tenha um cartão de crédito de backup ou um cartão de viagem pré-pago. Alguns também preferem esconder dólares ou euros escondidos pelas roupas ou em algum lugar da mochila.

4. A Itália tem a melhor pizza do mundo

Os viajantes que voltam da Itália costuma contar a mesma história: como comeram a ‘pior pizza de todos os tempos’ nas ruas de Veneza ou em algum lugar da Itália. Existem muitas armadilhas pega turistas perto de pontos turísticos. Portanto, não se deixe enganar, não é porque você está na Itália que em todo lugar vende a melhor pizza do mundo.

5. Ou planeja tudo ou não planeja nada

Quando escuto isso, minha cabeça entra em alerta. Se o tempo que você tiver pra viajar e o destino permitir, planejando pouco ou nada pode ser bom, digamos, se você for pra Grécia em baixa temporada sem planejar nada, pode ser a melhor viagem da sua vida. Agora, vai pro Caribe em alta temporada, seu dinheiro vai acabar na velocidade da luz e quando menos perceber, você vai estar dormindo em um banco no parque.

Felizmente, a maioria dos destinos que são bastante frequentados por mochileiros, costuma ter um bom equilíbrio entre planejar ou não planejar.

6. Levando mais roupas significa menos lavanderia

laundry_cs

 

Parcialmente correto, com notáveis ​​exceções. Lavar roupa na estrada é bem simples e, muitas vezes, é mais fácil e menos trabalhoso do que em casa – no Vietnã por exemplo, você entrega um saco de roupa suja na pousada e por 1 dólar sua roupa tá limpa. Além disso, quanto mais roupas você traz, mais pesada é a sua mochila, o que pode causar vários tipos de problemas.

7. Leve muitas lentes de contato, creme dental, protetores solar, absorventes e remédios para durar a viagem inteira.

Novamente, isso pode variar dependendo do destino, mas em geral tudo que você tem na sua casa, provavelmente tem pra vender lá. E morando no Brasil, a maioria das vezes lá é até mais barato.

8. Não se preocupe com um guia, você pode encontrar todas as informações que precisa online

Isso pode até ser verdade, ótimas informações online e conselhos de viagem você encontra em fóruns e blogs espalhados pela web. Lembre-se que publicado na web, fica pra sempre. Tome cuidado pra não tomar como verdade absoluta um depoimento de viagem de alguém que viajou em 2007, antes dos smartphones por exemplo, pois provavelmente as coisas mudaram um pouco.

Apesar dessas ricas informações da web, dicas de viagem dos livros guias de viagem são uma fonte confiável, consistente e controlada de informação útil. Vinda de um autor que estava na viagem com objetivo de coletar informação. Então, esses guias ainda são ótimos para conhecer melhor dos destinos.

 

Esse artigo foi baseado em um artigo em inglês.

Kadu Szili

Kadu Szili

Publicitário, escritor, compositor e viajante. Ama design, cinema, fotografia e tecnologia. Sonha em dar a volta ao mundo de balão. Mas se não for de balão, pode ser de veleiro, de bicicleta ou a pé. O importante é estar em constante movimento. "Uma mente que viaja, jamais volta ao seu estado original".

DreamHost

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.