Planeta Cativante

Andando pela contra mão de Londres ao Stonehenge

Hoje acordamos com preguiça, porém queríamos ir de Londres ao Stonehenge. O dia estava cinza e ventando frio. Até perdemos o cafe da manha do hostel. Saímos e fomos até o starbucks comer alguma coisa antes de ir ao aeroporto buscar o carro que tinhamos reservado para hoje.

20130609-233719.jpg

Pegando o metro até o aeroporto descobrimos que a linha estava em manutenção. Pois é, no meio da linha tinha uma reconstrução e não tinha como chegar até o aeroporto por ali. Mas como o governo daqui não deixa o povo na mão, eles ofereciam ônibus gratuito ate a próxima estação, de onde podíamos seguir na mesma linha até o aeroporto.

Por um erro de planejamento descemos antes da hora e tivemos que andar mais de meia hora nas ruas vazias até o aeroporto. Quando não aguentávamos mais andar, decidimos usar nosso lado brasileiro e dar um jeitinho. Entramos em um estacionamento e pegamos uma van de lá até o terminal. Lá existem vans gratuitas que levam as pessoas do estacionamento até os terminais.

Após localizar a locadora de carro fomos até o pátio. Nos fizemos reserva antecipada pela internet com tudo pago antecipado, inclusive um seguro. Na hora a mulher ofereceu outro seguro que custava mais caro que a diária e disse que nos não estávamos cobertos de tudo. Dica: verifique sempre o que você está reservando por que na hora as coisas mudam. Sempre aparece uma taxa a mais ou um seguro diferente.

Falamos que não queríamos o seguro e a mulher disse que se algo acontecesse com o carro eles iriam cobrar 12.000 libras. Sentimos a tentativa de impressionar da mulher e mesmo assim dissemos não. Ficamos um tempo pensando que não pegar seguro em um lugar onde a mão da rua é invertida pode ser imprudência mas agora já era tarde para voltar atrás.

Pegamos um Fiat 500 branco. A primeira impressão é que o mundo inverteu. Tudo é invertido, as únicas coisas que são iguais é o pedal e a seqüência das marchas. Sempre ficamos com a sensação de estar andando na contra mão.

Pegamos estrada e depois de 1h e meia estávamos em Stonehenge. Salvamos o mapa de como chegar lá no celular, quais rodovias pegar, se tem pedágio, etc.

20130609-233731.jpg

20130609-233745.jpg

20130609-233817.jpg

20130609-233930.jpg

O lugar impressiona desde a primeira vista. Custa 3 libras para estacionar que você pega de volta quando sair + 8 libras de entrada com áudio guia gratuito.

É um lugar impressionante. Ficamos uma hora por lá, a tarde estava muito boa com sol forte e foi muito bom. Tiramos fotos de todos os ângulos, circulamos o lugar, sentamos na grama para sentir o ambiente e fomos embora.

 

20130609-233824.jpg

20130609-233832.jpg

20130609-233842.jpg

20130609-233901.jpg

20130609-233907.jpg

20130609-233916.jpg

20130609-233925.jpg

 

No final tem duas pedras retiradas de lá para você poder tocar e sentir o calor da pedra azul. Dizem que quando colocamos uma mão em cada pedra você consegue sentir a energia passar pelas mãos. Eu senti o calor das pedras que normalmente são mais quentes do que o comum.

Dirigimos de volta à Londres onde devolvemos o carro e voltamos para o hostel. Estamos esgotados. Jantamos por aqui e bebemos um pint de Guiness. Fomos dormir cedo para planejarmos nosso ultimo dia em Londres.

Kadu Szili

Kadu Szili

Publicitário, escritor, compositor e viajante. Ama design, cinema, fotografia e tecnologia. Sonha em dar a volta ao mundo de balão. Mas se não for de balão, pode ser de veleiro, de bicicleta ou a pé. O importante é estar em constante movimento. "Uma mente que viaja, jamais volta ao seu estado original".

DreamHost

Acompanhe o Planeta Cativante

Acompanhe o Planeta Cativante pelas redes sociais.